Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Medicina’ Category

novembro-azul_cancer-de-prostataMais um Movimento pela Vida! E dessa vez direcionado aos Homens! É o Novembro Azul que tem o objetivo de quebrar o preconceito masculino em relação a fazer o exame de toque. Que ainda é o mais eficaz no diagnóstico para saber se tem ou não o câncer de próstata.

Prevenir ainda é melhor do que remediar! Esqueça o preconceito! Faça o exame! Valorize essa bênção que é a vida! A sua própria vida!

suco-de-tomateAgora, mesmo tendo a doença, não desista! É seguir com o tratamento médico. E sem esquecer da alimentação! Onde o tomate deve estar presente. Por ser o tomate uma excelente fonte de licopeno! Um fitonutriente com propriedades antioxidantes que promovem a saúde da próstata. Mas é quando ele é processado que oferece uma maior proteção antioxidante para a próstata. Assim, ingerir um copo de sumo de tomate com regularidade pode contribuir bastante para a saúde da sua próstata.

Lute pela vida! Vai lá, Homem! Faça o exame!

Anúncios

Read Full Post »

exame-de-vista_antigamenteClaro que certos engenhos eletrônicos e no campo da medicina trouxeram de fato avanços até para finalizar diagnósticos em exames médicos. Longe de mim contestar isso! Mas tem hora que alguns ou estão de mais, ou estão ainda em fase experimental, ou para afastar ainda mais o médico do paciente, talvez até querendo mostrar que “estão na moda”… Por aí vai! O certo é que com tantas diversidades para um simples exame médico acabam complicando para os cadeirantes. Sem falar no custo financeiro para ir até a “modernidade“… Mais recentemente me deparei com duas delas…

A mais atual foi pedida por um dentista: pediu por um Raio-X Panorâmico. Que como não tinha no consultório, eu teria que fazer em outro local… Ou seja: mais gastos com táxi! Sabem aquele barulhinho das máquinas registradoras antigas? Em horas assim sempre me veem à cabeça. A caminho do tal Laboratório cheguei a pensar nas fotografias em 360º, que minha arcada seria como elas: numa de desparecer o pensamento… Já próximo tive que ficar atenta já que o dentista não sabia o número exato do prédio: me dera um mapa… Já na Sala com a tal máquina vem a complicação… A profissional junto com a assistente até tiveram muita boa vontade até em improvisar almofadas… Para que eu, em minha cadeira de rodas, atingisse a altura mínima do tal aparelho de Radiologia Dentário Panorâmica… Mas não deu! Não ficou nítida… Ela então liga para o dentista que então libera para o aparelho de raio-x convencional… Esse sim ganhou uma “modernidade” bem funcional! É que se antes era o nosso dedo que segurava a chapinha durante o raio-x, agora tem um “porta chapinha” bastando morde nele. Algo feito de material plástico. Grande invenção!

O outro episódio foi com um Oftalmo… Bem, pelo menos essa especialização tem algum aparelho no consultório, mesmo que a antiga folha com letras em diferentes escalas… Mas eis que me vi diante de uma “modernidade” e que não dava a acesso a minha cadeira de rodas. Para não perder a viagem… O jeito fora encontrar uma solução para fazer o exame de vista. Eu com a ajuda da minha mãe, já que o médico se postou atrás do monitor esperando eu me enquadrar naquela máquina… Nem sentando na beirinha da cadeira e com receio de cair, minha cabeça não alcançava… Além disso eu tive que projetar o corpo todo para frente… Num malabarismo de ambas! Onde minha mãe enquanto uma das mãos fazia peso na cadeira para que não tombasse comigo, a outra empurrava sem largar a minha cabeça; e eu ali tentando me segurar para não cair… Aí outro espanto! O oftalmo nada perguntou: era o computadordecifrando” a minha visão para um mesmo cenário e que alternava foco, distância, nitidez… muito rapidamente… Bem, tirando o fato do aparelho não dar acesso para o cadeirante, é válido a tal “modernidade”! Mas confesso que numa próxima consulta vou procurar por um que tenha o modelo anterior.

Então é isso! Os percalços de uma cadeirante para fazer exames médicos diante de certas engenhocas modernas!

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: