Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Acessibilidade’

paralimpiadas-2016_eu-fuiCreio que a hashtag #Temqueir usada antes para incentivar a compra de ingressos… Também seria a melhor tradução de quem foi e então incentivar quem ainda não foi nas Paralimpíadas 2016! Gente! Tem que ir! E vivenciar uma experiência ímpar! Emocionante! E até revigorante pela garra, força e muito mais vinda dos Atletas!

Eu confesso que não tenho nem um quinto da garra deles! Até porque sempre fui preguiçosa no tocante a práticas esportivas… A minha superação consiste no dia a dia, e até em coisas simples como tomar banho… Enfim, a hora é deles, os Atletas Paralimpícos! Cujos obstáculos a serem vencidos consiste até em fazer do Esporte uma Profissão! Eles são 10! São nota 1000! Independente de obterem Medalhas: já são todos Vitoriosos!

E falar de toda a estrutura da Cidade Olímpica e tudo mais… Parabéns ao Prefeito Eduardo Paes! Até por mostrar ao Mundo que o Rio de Janeiro poderia sim realizar a Rio 2016! É algo fabuloso! De nos deixar orgulhosos! Bravíssimo!

#Temqueir

Anúncios

Read Full Post »

por-mais-rotas-acessiveisPor essas e outras que sou a favor da vinda dos Grandes Eventos ao país! Principalmente os ligados aos Desportos. Até porque é melhor pecar por algum erro do que por nada fazer. Assim a um ano dos Jogo Paralímpicos a cidade do Rio de Janeiro já passará a contar com acessibilidade em dez principais pontos turísticos da cidade. Ok! Fica a questão de como chegar até eles? E isso também está dentro do projeto Rotas Acessíveis lançado essa semana pelo Prefeito Eduardo Paes.

Um melhor acesso para esses locais: Pão de Açúcar, Praça XV, Paço Imperial, Cinelândia, Praia de Copacabana, Praia da Barra da Tijuca, Corcovado, Jardim Botânico, Vista Chinesa e Mesa do Imperador.

Tomara que as pavimentações tornando as saídas dos cadeirantes mais fáceis também cheguem aos subúrbios carioca. Que não fique só nos cartões postais da cidade. Ainda há muitas calçadas esburacadas. Ainda há muitas calçadas sem rampas. E nem posso dizer nada em relação ao transportes urbanos porque desde que fiquei cadeirante não entrei em nenhum. Eu ainda não me aventurei nesse item.

De qualquer forma, valeu! Fazer Turismo Urbano no Rio de Janeiro é muito bom!

Read Full Post »

filtro-torneira_cozinhaEm casa de cadeirante e pobre em vez de grandes reformas para uma melhor acessibilidade o jeito é ir se adaptando! Com aquilo que tem na casa somado ao que dará um caminho para facilitar o dia a dia dessa cadeirante aqui. Onde para cada caso é tentar achar alguma solução. Que no caso seria encontrar uma torneira para a pia, já que a mesma é muito alta. E uma torneira com filtro por ganhar espaço físico na bancada da pia. Mais! Num preço mais em conta, e com um tipo de registro de fácil manuseio.

A que juntava todos esses itens foi uma da marca Lorenzetti. Na época o material me deixou na dúvida quanto a durabilidade, mas lembrando dos chuveiros da mesma marca, era um risco improvável. Gostei do designer! Mas que colocado no lugar, a boca da torneira tinha ficado muito alta. Sem querer até levar um banho enquanto lavava a louça… Como solução: adaptar um pedaço de mangueira para descer mais a boca da torneira. De quebra colocando um chuveirinho para um controle no jato da água. Tudo pronto! Mesmo que o novo visual tivesse ficado “estranho”… Ela ficara perfeito para mim!

Mas minha mãe não gostou dela desde o início! E nem era por conta da aparência um tanto quanto erótica. Mas sim por causa do registro do tipo alavanca: para cima libera água do filtro; para baixo, da torneira; deixando-a no meio, fecha o fluxo da água. Justamente com esse tipo de registro que ela encrencou. Para mim ele trouxe a praticidade até em abrir a torneira com as mão cheias de sabão… Já para minha mãe que gosta de fazer tudo correndo, vez por outra não fechava direito, e respingava toda a pia… Como agora é ela quem mais lida na cozinha… Dei a ela o dinheiro para comprar uma outra com um outro tipo de registro…

Comprou e… Quis ela mesmo instalar e… Ela fecha um dos registros gerais e… Em vez de abrir a torneira antes até para deixar sair toda a água do cano… Ela já foi tirando a antiga torneira do lugar… Eu fui acordada com ela pedindo por um socorro e o barulho da água jorrando… Tinha água já atingindo o chão da sala… Resumo da ópera: liguei para o síndico que enviou um encarregado, que então colocou a nova torneira no lugar.

Bem, essa nova torneira me leva a pegar um pano para abri-la quando estou com as mãos ensaboada. Ela é fixa, a outra era móvel… Mas… Tudo pela harmonia aqui em casa! Mesmo que eu que tenha que ceder muito mais vezes! Te amo Mãe!

Vida que segue…

Read Full Post »

exame-de-vista_antigamenteClaro que certos engenhos eletrônicos e no campo da medicina trouxeram de fato avanços até para finalizar diagnósticos em exames médicos. Longe de mim contestar isso! Mas tem hora que alguns ou estão de mais, ou estão ainda em fase experimental, ou para afastar ainda mais o médico do paciente, talvez até querendo mostrar que “estão na moda”… Por aí vai! O certo é que com tantas diversidades para um simples exame médico acabam complicando para os cadeirantes. Sem falar no custo financeiro para ir até a “modernidade“… Mais recentemente me deparei com duas delas…

A mais atual foi pedida por um dentista: pediu por um Raio-X Panorâmico. Que como não tinha no consultório, eu teria que fazer em outro local… Ou seja: mais gastos com táxi! Sabem aquele barulhinho das máquinas registradoras antigas? Em horas assim sempre me veem à cabeça. A caminho do tal Laboratório cheguei a pensar nas fotografias em 360º, que minha arcada seria como elas: numa de desparecer o pensamento… Já próximo tive que ficar atenta já que o dentista não sabia o número exato do prédio: me dera um mapa… Já na Sala com a tal máquina vem a complicação… A profissional junto com a assistente até tiveram muita boa vontade até em improvisar almofadas… Para que eu, em minha cadeira de rodas, atingisse a altura mínima do tal aparelho de Radiologia Dentário Panorâmica… Mas não deu! Não ficou nítida… Ela então liga para o dentista que então libera para o aparelho de raio-x convencional… Esse sim ganhou uma “modernidade” bem funcional! É que se antes era o nosso dedo que segurava a chapinha durante o raio-x, agora tem um “porta chapinha” bastando morde nele. Algo feito de material plástico. Grande invenção!

O outro episódio foi com um Oftalmo… Bem, pelo menos essa especialização tem algum aparelho no consultório, mesmo que a antiga folha com letras em diferentes escalas… Mas eis que me vi diante de uma “modernidade” e que não dava a acesso a minha cadeira de rodas. Para não perder a viagem… O jeito fora encontrar uma solução para fazer o exame de vista. Eu com a ajuda da minha mãe, já que o médico se postou atrás do monitor esperando eu me enquadrar naquela máquina… Nem sentando na beirinha da cadeira e com receio de cair, minha cabeça não alcançava… Além disso eu tive que projetar o corpo todo para frente… Num malabarismo de ambas! Onde minha mãe enquanto uma das mãos fazia peso na cadeira para que não tombasse comigo, a outra empurrava sem largar a minha cabeça; e eu ali tentando me segurar para não cair… Aí outro espanto! O oftalmo nada perguntou: era o computadordecifrando” a minha visão para um mesmo cenário e que alternava foco, distância, nitidez… muito rapidamente… Bem, tirando o fato do aparelho não dar acesso para o cadeirante, é válido a tal “modernidade”! Mas confesso que numa próxima consulta vou procurar por um que tenha o modelo anterior.

Então é isso! Os percalços de uma cadeirante para fazer exames médicos diante de certas engenhocas modernas!

Read Full Post »

benvindo-outono-2015Ainda bem que o Verão foi embora! Por ser uma tortura para o cadeirante. Levando até ficar mais tempo nos banhos para resfriar o corpo… Mesmo ciente de que com isso não estava tendo uma atitude nada sócio-ecológica… Mas deixava para economizar a água em outras atividades dentro de casa…

Falando no banho… Registrando aqui o meu agradecimento ao meu sobrinho Francisco, o Dadá! Ele fez uma ótima “recauchutagem” na minha cadeira de banho! Se normalmente o meu banho já era, é uma operação de risco, do jeito que se encontrava a cadeira, era suicídio. Como não tenho vontade de morrer… Pedi um help, além de desabar em choro… Mas essa parte está solucionada por mais tempo: a cadeira do banho ficou bem firme! Valeu Dadá!

Agora sobre águas… As águas de março desse ano não fecharam o Verão, mas sim deram um belo início ao Outono com uns dias chuvosos… Parece que teremos uns acalorados pela frente revezando com os com chuvas… Se ficar assim, já serão no lucro. Até porque aqui no Rio de Janeiro dias chuvosos significam também temperaturas mais agradáveis. Onde dias mais frios também nos convidam a um tipo de alimentação por pratos quentes: sopas, caldos… Chocolate quentinho… Esse pode ser preparado com um pouquinho de amido de milho para uma leve encorpada… Fica uma delícia!

Março… Para quem mora em Condomínio pode até não gostar das assembleias com os proprietários… Mas morando num com ainda um grande número de inadimplentes… assim como moradores “problemáticos”… Se faz necessário participar como até a gostar dessas reuniões… Além delas, estou indo para a terceira gestão no conselho fiscal. O atual Síndico seguirá para mais um ano. Em final da segunda gestão, eu deixei o meu posto à disposição… Mas ele refez o convite para continuar e assim estar na nova chapa… E ele foi reeleito! O que é muito bom para todos nós que estamos em dia com o condomínio! Assim continuando junto a ele em mais um ano trabalhando para a melhoria de nosso patrimônio que é em comum a todos os condôminos!

Falando no Condomínio… Ele é da década de 60. Foi entregue no finalzinho dela… Até por conta de falta de conservações por administrações anteriores a do Síndico atual, ainda há muito a se fazer com o dinheiro que vai entrando… Obras no que se encontram visíveis, como as debaixo do solo… Onde os ratos costumaram a fazerem suas festas, entre esses locais: as tubulações… Com isso, o ficar sem internet e com o telefone fixo mudo por dois dias… veredito do técnico da OI: o rato roeu os fios que ficam na caixa da telefonia existente no bloco, e por conta de estar sem o fundo… O Síndico ficou de colocar uma chapa metálica. Consertado o Fixo, a Velox voltou. Assim, sem magia!

mary-poppins_filmeMagia e Realidade… Eu sigo encantada com o livro Mary Poppins e sua criadora – A vida de Pamela Travers“, de Valerie Lawson; livro esse que foi fonte de inspiração para o filme: “Walt nos Bastidores de Mary Poppins“, que eu amei! Quem viveu na infância com a magia de “Mary Poppins”, da Disney, irá se encantar também com o filme atual, onde mais do que conhecer os “bastidores”… terão um pouco de onde a autora retirou a história dessa famosa Babá… Que me fez querer comprar esse livro bibliográfico… Que me fez querer ter uma Mary Poppins nessa fase atual… Em sair voando não para locais mágicos, mas em ir daqui pra ali, pra acolá… É tão desgastante, é tão estressantes superar as limitações do dia a dia… da rotina diária de um cadeirante… Que por vezes bate esses desejos meio loucos… Mas como bem diz Pamela Travers: “Nós mesmos temos que sacudir a varinha de condão.“… Assim, retirando a minha do recall… E seguir em frente… Voltando…

Cada um de nós tem seu pequeno grão de loucura. É este grão de loucura que faz com que cada um de nós tenhamos um modo próprio de ser, de abordar as coisas, de reagir.” (Lacan)

 

Read Full Post »

acessibilidade-para-votar_eleicoes-2014Nessa terceira vez (2010, 2012, 2014) na Escola onde voto enfim encontro rampas de acesso no lado de dentro. Muito bom! O que demonstra que alguém “andou” e fez a rampa. É que não sei de quem veio a ordem, nem quem de fato executou a obra: se foi a Prefeitura, o TRE… Seja quem for, deixo aqui meus parabéns! Pois é uma rampa bem feita! Com pouquíssima inclinação. A cadeirante aqui agradece pelo apreço! Como também pelo respeito a cidadã indo exercer seu direito de voto.

Mas ainda falta a acessibilidade nas calçadas até se chegar nesse local de votação. Numa das esquinas até tem rampa, mas não sei quem foi o executor, ou mandante, por ter feito rampa com degrau. Aliás, no entorna das calçadas onde moro são todas assim com degrau e com uma inclinação muito acentuada.

Bem, eu tive ajuda do meu sobrinho que também vota na mesma escola, a Malba Tahan, em Irajá. Enfim, votei! Agora é esperar para ir votar no segundo turno. E com o meu “Fora Aécio!

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: