Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘hipocrisia’

golpe-de-estado_cunha-e-ciaQue a Câmara Federal queira dar um Golpe de Estado não causa nenhuma estranheza! Ainda mais liderados pelo Presidente da Câmara, Deputado Eduardo Cunha (PMDB), que não escondeu que o faz em retaliação ao Governo por não ter ido contra ao processo de cassação dele. Também porque ele e outros mais têm pressa no desfecho porque como se diz na roça eles “estão mais sujo que pau de galinheiro“.

Por mais surreal que possa parecer a realidade do Brasil de agora, pelo menos os “moralistas sem moral” tem o seu propósito em dar um Golpe… Assim como a Imprensa Golpista, pelos milhões que devem aos cofres públicos em sonegação fiscal… O inconformado (PSDB) com a derrota em 2014, mesmo tendo sido “ajudado” pelo PIG… E outros mais “donos” do Golpe… Estão em defesa do próprio bolso e de acabar com toda e qualquer operação contra eles!

Fato é também que para eles, os do alto escalão do Golpe, a população – e nela inclui todas, até as que se acham da elite -,  se não lhes derem dividendos são massas de manobras até para votarem neles e assim perpetuarem seus poderes!

Mesmo que fechem os olhos para tudo isso… Mesmo que seja por “acabou a farra” das compras no exterior, algo que conseguiram justamente por esse governo que agora pedem a cabeça… Mesmo que pelo preconceito despeito em ter “a filha da empregada cursando a universidade“… Mesmo que por terem que diminuir a “senzala” por conta dos direitos trabalhistas…

Seria por puro egoísmo que os levam a apoiar o GOLPE… Enfim, que os da área Psico e de Sociologia façam seus estudos! Têm material de sobra com os coxinhas

Anúncios

Read Full Post »

elite-no-treze-mar-2013
Os coxinhas de sempre exercendo sua indignação seletiva, sua intolerância, sua hipocrisia e seu autoritarismo.

Read Full Post »

Um personagem vilão sempre mexe muito mais com quem assiste, do que o herói da estória. Isso para aqueles que sabem separar o real da ficção. Por vezes, fica algo catártico, uma torcida para o que fez. Algo como um policial, num flagrante, acabar de vez com a vida de um pedófilo, em vez de prendê-lo.

Mas para quem tem atitudes parecidas, nem vai ver que estaria diante de um espelho…

A Ingrid, personagem da Natália do Vale, na novelaViver a Vida‘ empunhou uma bandeira, que na mente dela, é uma luta para a felicidade dos dois filhos. Nessa, ter uma nora cadeirante, não está em seus planos. E é ai que a sua personagem deveria servir de espelhos a muitas pessoas que carregam o mesmo preconceito. Seja conscientemente, ou não. Vendo-a em ação, me pego a pensar que tem muitas “Ingrid” no mundo real, e bem atual.

Com a cadeira de rodas, eu pude sair mais de casa. Ganhei uma mobilidade que até facilita a aqueles que se dispõe a sair junto comigo. Aqui no Blog, aos poucos vou contando essas saídas que trazem motivações para que outros mais saiam também de casa. Mas nem tudo são flores, há os espinhos…

Um desses espinhos foi, e continua sendo, descobrir a cabeça de algumas pessoas ante a minha nova realidade. Os que sumiram… Os que nem telefonam mais… Os convites para ir visitá-los que não ouço mais… É que antes da cadeira, devido a dificuldade, eu sempre recusava a maioria desses convites. Agora, já cientes que eu posso aceitar, não me convidam mais. Creio que por conta disso, os convites foram mesmo da boca para fora.

Como também, algo que ouvi, por duas vezes, de uma mesma pessoa. Algo assim: ‘que as filhas delas não tinham obrigação de saírem comigo‘. Disse isso, talvez por ciúmes na primeira vez. Mas na segunda vez que falou, até pela cena como um todo, eu já senti que ela estaria precisando mesmo ir a um psicólogo de verdade. Pois os livros de auto-ajuda que fica lendo só estavam piorando a cabeça dela.

De minha parte, até então, eu nunca pedira as filhas dela para sair comigo. E pelo visto, as filhas assinaram embaixo o que a mãe falou, pois nunca se ofereceram. E eu que achei que ambas gostassem realmente de mim. Que sairiam sim, e pelo prazer da minha companhia. Já que modéstia à parte, tenho um ótimo astral na presença das pessoas. Deixando as minhas tristezas, para quando estou sozinha.

Sei que muitas dessas pessoas assistem essa novela. Mas como falei, não se verão na Ingrid.

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: