Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Árvore’

maneiras-de-preservar-arvoresSou das que acreditam que se deve tentar de tudo para se preservar uma árvore ainda mais dentro das cidades. Mas parece que cada vez mais há os que seguem o “se há uma ferida no braço, corte-o fora“. Por assim seguirem pela solução mais fácil: o de abatê-la por um todo. Ou mesmo o de mutilar para sempre sem o menor critério, e que poderá deixá-la sem sustentação, voltando ao ciclo de “cortem o mal pela raiz“.

Me bateu um misto de tristeza e raiva ao ver uma moto serra abatendo uma árvore centenária em uma praça em Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro. Pelo tronco… muito da história local ela presenciou. Ok! Estou sendo sentimental. E sou mesmo quando se trata de preservar a natureza que ainda existe nos centros urbanos. Ou seria melhor dizer: a natureza que resiste à “natureza” de certos humanos… Soluções sempre há! Colocar redes de proteção no entorno. Estruturas metálicas ou de concretos quer seja para evitar o tombamento delas até pela ação da gravidade, quer seja para escorá-la. Onde as colunas de concreto depois podem receber mudas de Heras até como efeito paisagístico. Mesmo as metálicas também terão um efeito artístico. São só exemplos!

Por mais que planejem colocar outras árvores no local, não se terá mais uma das característica fisiológica dessa centenária: a altura. Pois esses replantes com novas árvores – e agora me referindo a outras situações também – estão fazendo cada vez mais “florestas nanicas”. Sem demérito as pessoas de baixa estatura, ok? Me refiro exclusivamente as árvores. As novas espécies estão perdendo o genoma das antigas. O que torna mais essencial preservar as árvores centenárias. Como também tentar preservar o máximo as áreas verdes urbanas do bicho homem que prefere ter uma cidade cimentada.

Sábio é aquele que ao invés de querer transformar a natureza, procura conviver bem com ela​!
Anúncios

Read Full Post »

arvores_salvando-o-planeta

Não Acabem com as Árvores dos Grandes Centros Urbanos!

Às vésperas da Cúpula do Clima da ONU nós também temos que dar a nossa contribuição diária. Não é apenas o Planeta que se encontra em desvantagem… mas também os grandes centros urbanos precisam que cada um de nós – cidadãos e governantes – faça a sua parte. E as árvores são primordiais nessa ajuda!

É sério! As árvores precisam ser preservadas nas grandes cidades. E grande parte da população e de governantes ainda não se deram conta dessa importância. Eles estão destruindo a bel prazer o meio ambiente das cidades. São poucos nessa defesa, mas são muitos a exterminá-las. Porque depois nem adianta “rezar para São Pedro”, pois os grandes desmatamentos “afastam” as chuvas e “trazem” a seca… As árvores retém a umidade no ar e no solo. Nas grandes cidades temos como um dos fatores do desequilíbrio ambiental além da falta de gestão dos governantes… o êxodo rural e que vem aumentando numa progressão geométrica. Penalizando assim a todos: população e meio ambiente local. Muitos ainda não se deram conta de que há uma forte e sensível ligação entre esses dois fatores e até para uma qualidade de vida melhor para toda a sociedade.

As desculpas para saírem arrancado, mutilando as árvores… nos grandes centros urbanos são comuns às diferentes áreas: das mais nobres às mais populares. Pois mesmo nas áreas dos “abastados” também saem com a máxima de que elas impedem a visão pelas varandas e janelas. Saem cortando as árvores mesmo sendo um crime ambiental, ou se valendo de uma mesma licença para acabarem com muitas mais. Também há a desculpa de que um dia ela possa vir a cair. Mas sem a força de um furacão por exemplo, ela irá tombar se lhe cortarem as raízes. Uma outra desculpa é pelo apodrecimento dela. Mas aí seria bom um estudo para saber qual foi a causa; pois há quem jogue veneno para apodrecê-la e então cortá-la. Isso mais no âmbito do cidadão comum. Onde no geral é cada um pensando no próprio umbigo. E vendo ainda aqueles que defendem o ambiente onde vivem como “eco chatos”.

arvores - pulmao do mundoComo resultado desse desequilíbrio nos centros urbanos temos por exemplo o aumento da poluição do ar, dos rios…

O Ar que respiramos e a Água que bebemos dependem principalmente da preservação das áreas verdes. E nelas não podem faltar as grandes árvores. Mesmo que uma única em um pequeno jardim, ou mesmo plantadas ao longo das calçadas… No somatório farão uma diferença maior nos arredores. Pois são elas que realmente eliminam o gás carbônico lançado no ar. Sem esquecer também que são elas que mantém a umidade do ar e do solo. Além de que cada uma delas mantém um pequeno, mas valioso ecossistema.

Muitos também acham que basta gramar, colocar alguns arbustos baixinhos que eles já “ajudaram” na diminuição da poluição. Nem vou me ater aos grandes desmatamentos para a criação de gados com os imensos pastos. Me retendo aqui nos núcleos urbanos com grandes concentrações de moradias que vão diminuindo as áreas verdes nesses adensamentos. Ainda faltam a muitos uma consciência coletiva. Talvez por falta de informação. Ou mesmo por puro egoísmo. Ou ainda por achar que isso é de competência exclusiva dos governantes. Mas todos nós, até os cidadãos comuns, também temos um papel nessa história real. O planeta pede urgência nesse compromisso com a biodiversidade de onde vivemos!

Assim resta saber de que lado os demais moradores estão! Se está no lado dos que defendem o patrimônio natural – ou mesmo o que a mão humana plantou -, ou se no lado dos predadores da natureza.  Pois mesmo os que se acham em cima do muro, dependendo dos pequenos atos no dia a dia penderá para um deles.

Eu sou uma defensora da natureza! E nem me importo que me achem uma “eco chata”! E você?

 

Read Full Post »

arvores - pulmao do mundoNão são apenas bichos que temos como praga urbana. Há também algumas espécimes humanas. Uma delas são os destruidores da natureza.

Eu confesso que fico irada quando vejo moradores do condomínio onde eu moro querendo que cortem as árvores como solução para acabar com os insetos. Sem nem traçar um paralelo com os pássaros que delas fazem um dormitório. Já que eles irão se alimentam desses mesmos insetos. É a cadeia alimentar da natureza agindo. São moradores que não querem telar janelas e basculantes. Acham mais baratos cortar as árvores.

Ai você assiste, por exemplo, o programa ‘Casa Brasileira‘, do Canal GNT, e vê que há pessoas que projetam suas casas tendo todo o cuidado em preservar as árvores existentes no local e se pergunta no porque de uma grande parcela das classes sociais mais baixas não fazem o mesmo onde moram? Será privilégio dos ricos terem consciência ecológica? Que uma grande parcela deles que moram em condomínios, prédios…vão além: pensando na coletividade vão em busca de obterem o Selo Verde.

Esse pensar no coletivo não faz parte do pensamento dessas pragas humanas. Já que só visam o próprio umbigo, são imediatistas. Nem veem que as árvores, assim como as demais vegetações dos jardins fazem uma refrigeração natural no entorno. Como também ajudam a manter a umidade do ar. Esquecendo até que no último verão nosso bairro esteve muito tempo no posto de baixa umidade. O que aumentou e muito o calor em Irajá.

Quando o GloboCop, do Bom Dia Rio, sobrevoa essa região da orgulho em ver que o nosso Condomínio se destaca dos demais pela área verde. Mas pelo barulho da moto serra que começou no entardecer desse domingo… aliado a esses moradores egoístas que em sua maioria preferem que não haja mais nenhuma planta, que gostariam de ver tudo cimentado… Não irá demorar para que nosso condomínio fique igual aos demais: sem áreas verdes. Ou as que os heróis da natureza local conseguirem salvar dessa destruição próximas ao bloco onde moramos. Pois essa área verde faz muita diferença no Verão Carioca. Por sombrearem as paredes externas, refrescam internamente. Que esse pobres também de espíritos se aquietem!

Há pouco uma moradora cortou um galho enorme da jaqueira. Uma árvore que se tornou uma missão para mim na tentativa de mantê-la viva e frondosa. Quando não são empresas contratadas para obras na fachada do prédio que tenho que brigar se for o caso para que não seja abatida, são por alguns moradores que anseiam por tudo sem plantas: por toda a área externa cimentada. Ôh praga de gente!

Por mais essa vez: minha luta continua!

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: